assinar: Posts | Comentários

RECENTE EM Notícias

Áreas úmidas e saneamento em pauta da plenária de setembro...

Áreas úmidas e saneamento em pauta da plenária de setembro

Os desafios técnicos e a legislação sobre a conservação de áreas úmidas, as várias terminologias que designam tais espaços (banhados, planície de inundação, etc) e os benefícios deles para o meio ambiente e as pessoas. Esses foram os temas da palestra do professor e pesquisador Leonardo Maltchik, na plenária de setembro do Comitesinos, ocorrida na última semana. O encontro ocorreu na Unisinos e Maltchik apresentou dados dos estudos realizados pelo projeto VerdeSinos e reforçou a importância das ações de preservação propostas pelo Comitê e de outras iniciativas com o engajamento de prefeituras, entidades e sociedade em geral, para conservação das águas da região. A plenária também debateu a proposta...

RECENTE EM Projeto Dourado

Monitor do Projeto Peixe Dourado...

O projeto Cartografia Social do Saneamento Ambiental da localidade de Olhos D´àgua em Taquara, iniciado no âmbito do curso de construção e aplicação de projetos do Programa Permanente de Educação Ambiental da Bacia Sinos – PPEA, coordenador pelo Comitesinos e patrocinado pela Petrobras/REFAP, encontra-se em sua segunda etapa. Desenvolvido pelos monitores do Projeto Peixe Dourado, da EMEF Antônio Martins Rangel, o projeto de iniciação científica, foi classificado em 2º lugar na Mostratec Júnior em outubro deste ano. A classificação na feira, resultou em um convite ao aluno José Mello, para  entrevistas visando a participação de um jovem pesquisador na feira PRODICOM em Fenix, Estados...

RECENTE EM Plano de Bacia

Áreas úmidas e saneamento em pauta da plenária de setembro...

Áreas úmidas e saneamento em pauta da plenária de setembro

Os desafios técnicos e a legislação sobre a conservação de áreas úmidas, as várias terminologias que designam tais espaços (banhados, planície de inundação, etc) e os benefícios deles para o meio ambiente e as pessoas. Esses foram os temas da palestra do professor e pesquisador Leonardo Maltchik, na plenária de setembro do Comitesinos, ocorrida na última semana. O encontro ocorreu na Unisinos e Maltchik apresentou dados dos estudos realizados pelo projeto VerdeSinos e reforçou a importância das ações de preservação propostas pelo Comitê e de outras iniciativas com o engajamento de prefeituras, entidades e sociedade em geral, para conservação das águas da região. A plenária também debateu a proposta...

Propostas de ações serão discutidas em Taquara e Esteio...

Dois encontros, em Taquara e Esteio, devem encerrar, hoje e amanhã (dias 29 e 30), a etapa de mobilização social para a elaboração do Programa de Ações do Plano de Bacia do Rio dos Sinos.  Em Taquara, a reunião será a partir das 19 horas, na Câmara de Vereadores do município (Rua Júlio de Castilhos, 2191). Já em Esteio a mobilização nesta quarta-feira (dia 30) será a partir das 14 horas, no Auditório do Parque de Exposições Assis Brasil (BR-116, km13). Os encontros integram a rodada de três reuniões (a primeira foi na última quinta, em Santo Antônio da Patrulha – veja abaixo) para sugestões a serem incluídas no Programa de Ações. O que abrange obras e ações consideradas necessárias...

Propostas de ações serão discutidas em Taquara e Esteio
postado em: 29/04/2014 | autor: comitesinos

COMITESINOS de sala nova

A Secretaria do COMITESINOS mudou de localização dentro do Campus da Unisinos – São Leopoldo/RS. O mapa aponta onde fica a nova sala. Endereço para fins de correspondências: COMITESINOS Av. Unisinos, 950 / Sala 8121 (numeração provissória). Centro Comunitário Bairro Cristo Rei São Leopoldo/RS CEP 93.022-750 Nossos contatos continuam os mesmos: 51 3590.8508 cmtsinos@unisinos.br...

COMITESINOS de sala nova
postado em: 23/02/2016 | autor: comitesinos

Mudança de sala

Atenção parceiros e amigos! O Comitesinos está mudando de sala. No momento estamos com os canais de comunicação fora do ar, mas em breve retornaremos às atividades normais. Logo divulgaremos o novo endereço dentro do campus da Unisinos. Agradecemos a...

postado em: 16/02/2016 | autor: Fabiula

Lavoura arrozeira e planície de inundação em pauta...

A regularização das lavouras de arroz nas partes Alta e Média da Bacia do Rio dos Sinos e a criação de uma plataforma que possibilite a qualquer pessoa pesquisar se um ponto está dentro ou fora da área de inundação do Rio dos Sinos, mapeada pelo projeto VerdeSinos. Esses foram os destaques da última reunião plenária do Comitesinos este ano, ocorrida na última semana, em São Leopoldo. O encontro ocorreu na Unisinos e reuniu cerca de 40 pessoas, entre representantes das categorias Agricultura, Indústria, Abastecimento Público, Esgotamento Sanitário, Drenagem, Associações comunitárias, Clubes de Serviço, ONGs Ambientais, Associações Profissionais, Clubes de Serviço, Geração de Energia, Instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão, Legislativos Municipais, Organizações Sindicais e Representantes de Governo,...

Lavoura arrozeira e planície de inundação em pauta
postado em: 22/12/2015 | autor: Castor

Monitor do Projeto Peixe Dourado

postado em: 03/12/2015 | autor: Sabrina Dinorá Santos do Amaral

O projeto Cartografia Social do Saneamento Ambiental da localidade de Olhos D´àgua em Taquara, iniciado no âmbito do curso de construção e aplicação de projetos do Programa Permanente de Educação Ambiental da Bacia Sinos – PPEA, coordenador pelo Comitesinos e patrocinado pela Petrobras/REFAP, encontra-se em sua segunda etapa. Desenvolvido pelos monitores do Projeto Peixe Dourado, da EMEF Antônio Martins Rangel, o projeto de iniciação científica, foi classificado em 2º lugar na Mostratec Júnior em outubro deste ano. A classificação na feira, resultou em um convite ao aluno José Mello, para  entrevistas visando a participação de um jovem pesquisador na feira PRODICOM em Fenix, Estados...

Encostas em áreas urbanas

postado em: 25/11/2015 | autor: Margarida Telles da Cruz

Os deslizamentos das encostas são mais comuns em locais onde foi retirada a cobertura vegetal original. Deslizamento é um fenômeno comum em áreas de relevo acidentado, principalmente nas encostas dos morros. Esse processo pode ocorrer em locais onde não há ocupação humana, no entanto, são mais comuns em terrenos onde houve a retirada das árvores. “Hoje nós fomos na Av. Brasil observar uma colina do lado do posto do boliche, chamado Shell, fomos ver a colina que estavam desmoronando e as raízes das árvores estavam caindo com o morro que era barro, e não teria desmoronado se tivesse mais árvores por que teria mais raízes e iria ficar mais forte e segurar a terra. Tinha uma árvore que parecia  um pinheiro, mas o nome era Pinus, ele mata as outras plantinha por que ela solta um líquido”. Gustavo Fraga, 10 anos. Os deslizamentos ocorrem por causa da grande quantidade...

Mapa das áreas inundáveis aprovado: ratifique-se, publique-se e cumpra-se

Mapa das áreas inundáveis aprovado: ratifique-se, publique-se e cumpra-se...

postado em: 14/11/2015 | autor: Castor

Com 26 votos a favor e apenas quatro contra, a plenária do Comitesinos aprovou na última quinta-feira (dia 12) o mapeamento das áreas inundáveis na Bacia do Sio dos Sinos. A deliberação agora será enviada ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CRH), para que seja ratificada e ganhe força de lei. Isso significa que, a partir de então, todas as legislações municipais (principalmente os Planos Diretores), os licenciamentos das prefeituras e do Estado terão que se adequar ao mapeamento. Na plenária a medida teve o voto de representantes de setores como agricultura, indústria, entidades comunitárias, companhias de abastecimento, instituições de ensino e pesquisa, entidades de engenharia, ONGs ambientais e outras. Veja as fotos no final do texto Na prática, o objetivo é barrar novos empreendimentos imobiliários (muitas vezes até com recursos públicos) que coloquem pessoas e empresas dentro de áreas de inundação. Mesmo os que prevêm obras de aterramento ou de...

Encontro apresentou pesquisa a agentes de Defesa Civil e fiscalização

Encontro apresentou pesquisa a agentes de Defesa Civil e fiscalização...

postado em: 11/11/2015 | autor: Castor

O mapeamento das áreas inundáveis na Bacia do Rio dos Sinos, os danos causados pela ocupação de tais espaços, o risco da especulação imobiliária e a necessidade urgente de preservação dos pontos remanescentes. Esses foram os temas do seminário de apresentação dos primeiros resultados do Projeto VerdeSinos, promovido pelo Comitesinos na tarde desta terça-feira (dia 10), na Unisinos, em São Leopoldo. Com o tema Planície de Inundação da Bacia do Rio dos Sinos, o pesquisador Carlos André Bulhões Mendes apresentou estudos que abrangem a área de extravasamento do Rio dos Sinos ao longo de todo o seu curso. Com destaque para os prejuízos causados pelas cheias, sobretudo nos casos em que milhares de famílias acabam indo morar e zonas de risco, muitas vezes com programas ambientais mal planejados e financiados com recursos públicos. LICENCIAMENTO E PREVENÇÃO O evento foi dirigido a agentes de Defesa Civil e de licenciamento ambiental...

« Previous Entries